3 dicas para sair do vermelho em 2022

Atualizado em 27/12/2021
Por Júlia Pimentel

No mundo empresarial, há uma crença de que os primeiros 5 anos de uma empresa são cruciais para sua consolidação. De acordo com uma pesquisa realizada pelo IBGE, antes do início da pandemia, esse dizer é correto, visto que a cada 10 empresas que são abertas no Brasil, 5 encerram suas atividades antes de completarem meia década de existência

Quando os setores financeiros dessas organizações são avaliados, pode-se dizer que eles são uma das principais causas, senão a principal, do fechamento das portas desses negócios

Dito isso, a ausência de um planejamento financeiro, o medo de contrair dívidas e a ameaça de falência são fantasmas que assombram o povo brasileiro a ponto de o mesmo popularizar a expressão “sair do vermelho”.

Na vida estudantil, principalmente no ensino básico, nada gerava mais temor do que a nota de uma avaliação ser redigida em caneta vermelha. E isso não poderia ser diferente na vida profissional: o saldo financeiro de seu negócio estar no negativo também representa um alerta, uma preocupação redigida em vermelho.

Por esse motivo, trouxemos 3 dicas para que você sair do vermelho na vida financeira de sua empresa, de modo que 2022 seja um ano focado em ampliação dos lucros, eficiência e crescimento empresarial. Confira as dicas abaixo!

  1. Planeje-se financeiramente para os desafios de 2022

Como citado anteriormente, a área financeira de uma organização é um dos principais pilares para que ela sobreviva a quaisquer adversidades, como a pandemia. 

Portanto, estipular os planos de curto, médio e longo prazo, em relação à gestão financeira, é imprescindível para que a atuação da sua empresa no mercado seja definida e você saia do vermelho.

Você consegue prever o lucro do seu próximo mês baseado nos dados históricos da sua empresa? Quais datas comemorativas são mais rentáveis para seu negócio?

Saber quais serão seus gastos e os retornos financeiros, por meio do conhecimento prévio das suas vendas, pode servir como um norteador para que a organização financeira da sua empresa seja finalmente alcançada. 

Para isso, não esqueça de sempre acompanhar e controlar as movimentações a fim de se manter informado sobre elas!

  1. O mito da precificação

Se você considera que uma precificação deve ser feita baseada somente na margem de lucro desejada, você precisa rever esse conceito para que essas dicas de como sair do vermelho façam sentido!

Para saber qual o preço de venda de seu produto ou serviço, diversas variáveis devem ser levadas em consideração: em qual segmento de mercado sua empresa está inserida, quem são seus concorrentes, qual é sua vantagem competitiva, quanto é gasto com as despesas internas etc. 

A partir desses pontos, é possível começar a avaliar melhor qual o preço mais justo para você e seus clientes considerarem seu produto/serviço valorável.

  1. Conheça profundamente seu negócio

Nessa 3ª dica para sair do vermelho, imagine que você possua uma padaria em que o horário de maior movimentação de clientes seja de 7h às 9h, por conta do café da manhã. A maioria dos clientes consome um pão com manteiga e um café com leite, nesse período. 

Porém, seria interessante você expor pães doces ou tortas, por exemplo, que acabaram de ser produzidos, nas vitrines, e instruir seus atendentes a oferecerem aos clientes como lanches enquanto eles estiverem no trabalho. O ticket médio do seu cliente comum aumenta, nesse caso, com uma simples sugestão.

Detalhes como esse podem parecer banais, porém quanto mais você possuir um conhecimento geral sobre o seu negócio, mais oportunidades de venda você consegue enxergar e concretizar para, enfim, sair do vermelho! 

Dessa forma, não basta você ter somente o financeiro da sua empresa bem estruturado, mas todo o entorno deve ser coeso e crescer em proporções similares para que seu negócio evolua como um todo.

Por isso, invista em ações que não necessitam, inicialmente, de um dispêndio de dinheiro, como ampliar a visibilidade de seu negócio ao inseri-lo nas redes sociais, apostar em reuniões gerais e individuais para saber mais sobre as percepções de seus funcionários etc.

Essas dicas de como sair do vermelho podem não funcionar isoladamente, caso sua empresa possua outras carências. Assim, você deve identificá-las para que as devidas medidas sejam tomadas. 


Logo, caso seja necessário, você pode contratar um consultor para ajudar na organização financeira de seu negócio ou assinar um plano de um software de gestão comercial e empresarial que automatize os processos da sua empresa e reúna as informações cruciais para sua gestão em um só lugar.

Quer saber como nossas soluções podem ajudar você a sair do vermelho? Basta clicar aqui para entender melhor!

Julia, aqui no Blog.

O que você achou deste conteúdo?
Conte nos comentários sua opinião sobre: 3 dicas para sair do vermelho em 2022.


0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *