FSist_blog_principalsoftware

FSist 2021: como baixar o arquivo XML?

Atualizado em 05/05/2021
Por Pedro Mendonça

FSist 2021: como baixar o arquivo XML?

Atualizado em 05/05/2021
Por Pedro Mendonça
Junte-se a milhares de pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Acessar as Notas Fiscais Eletrônicas, conhecidas como NFes, é uma das rotinas mais importantes dos responsáveis pelo setor fiscal (contador) e também pelo responsável pela gestão financeira da empresa.

Em julho do ano passado houve uma mudança na legislação para baixar os arquivos XML’s das NFes e CTes. 

O CONFAZ (Conselho Nacional de Política Fazendária) anunciou alterações no Sinief 16/18 e Sinief 17/18 (Sistema Nacional de Informações Econômicas Fiscais), a respeito da obrigatoriedade do uso do certificado digital A1 ou A3 para baixar o arquivo XML.

Aproveite e leia: ARQUIVO XML: O que é e qual sua importância? (Simples!)

O que isso impacta no FSist?

Depois dessa alteração, para baixar os arquivos XML no FSist, Web DANFe, DANFe Online e outras plataformas, apenas a chave de acesso não será suficiente.

O Diário Oficial da União e o próprio site da FSist se manifestou acerca dessa alteração do CONFAZ, que obriga a utilização de um certificado digital para baixar o arquivo XML.

Nota da FSist:

“A partir de 07/07/2020, o portal nacional da fazenda de NFe e CTe vai passar a exigir o certificado digital para consultar a chave de acesso. No caso de NFe poderá ser o certificado do emitente, destinatário, transportador ou de terceiros informados na tag autXML. No caso de CTe poderá ser utilizado o certificado do remetente, destinatário, expedidor, recebedor, tomador ou de terceiros informados na tag autXML. Devido a essa exigência do portal da fazenda, será necessário utilizar o certificado digital para baixar os xmls no site fsist.”

Nota do Diário Oficial da União

“§ 5º A disponibilização completa dos campos exibidos na consulta de que trata o caput desta cláusula será por meio de acesso restrito e vinculada à relação do consulente com a operação descrita na NF-e consultada, nos termos do MOC.”

“§ 6º A relação do consulente com a operação descrita na NF-e consultada a que se refere o § 5º desta cláusula deve ser identificada por meio de certificado digital ou de acesso identificado do consulente ao portal da administração tributária da unidade federada correspondente ou ao ambiente nacional disponibilizado pela RFB.”

Baixar o XML sem ter um Certificado Digital

Depois da alteração supracitada pelo CONFAZ, o Fsist precisará do certificado digital para baixar os arquivos XML’s. 

Para entregar a DEFIS 2021, que teve o prazo prorrogado, você também precisara de um certificado digital. 

“Minha empresa utilizava o FSist, e agora?”

Se sua empresa utilizava o FSist para baixar os arquivos XML’s da Nota Fiscal Eletrônica, você precisará se adaptar e utilizar, para consultar documentos fiscais, o certificado digital, uma vez que apenas com a chave de acesso não será mais possível.

Qual a importância de baixar o arquivo XML?

Baixar o arquivo XML é imprescindível para efetuar conferências e envios de obrigações fiscais e, ainda, é necessário armazenar esse arquivo pelo prazo mínimo de 5 anos.

Dica:

efetue essa armazenagem na nuvem!

XML como ferramenta gerencial de Estoque!

Agora que você entendeu que o precisará de um certificado digital para baixar os arquivos via FSist, sabia que o arquivo XML pode ser utilizado como uma ferramenta gerencial do seu estoque?

O Software Auditor Online do Estoque realiza a leitura dos dados a partir dos arquivos XML e proporciona informações estratégicas precisas, reduzindo custos e garantindo assertividade, com poucos cliques e sem digitação.

Entre em contato conosco pelo WhatsApp!

Pedro Mendonça, aqui no Blog.

O que você achou deste conteúdo?
Conte nos comentários sua opinião sobre: FSist 2021: como baixar o arquivo XML?.


0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Soluções para gestão e automação comercial para organizar as rotinas de faturamento