GESTÃO DE CONFLITOS DICAS DE COMO APLICAR EM SUA EMPRESA

Gestão de conflitos: 5 dicas para aplicar na sua empresa

Atualizado em 03/08/2021
Por Pedro Mendonça

Gestão de conflitos: 5 dicas para aplicar na sua empresa

Atualizado em 03/08/2021
Por Pedro Mendonça
Junte-se a milhares de pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Você, empresário e decisor, certamente já deve ter se deparado com situações de conflitos no seu ambiente empresarial. 

Caso ainda não tenha acontecido com você, uma hora essa situação vai acabar acontecendo e você deve estar preparado para geri-la da forma mais eficiente e resolutiva.

A gestão de conflitos existe para evitar um erro crucial: deixar que o conflito se resolva sozinho

Deixar que o conflito mal resolvido está bem longe de ser a maneira mais eficaz de lidar com o problema, fazendo com que na maioria das vezes, a situação ganhe proporções maiores e acabe se tornando insustentável.

Atente-se, empresário: conflitos que não são solucionados tendem a diminuir a produtividade da empresa, esgotam os processos criativos e ainda criam barreiras que impedem a cooperação e o espírito de equipe.

Não sabe ainda como lidar com os conflitos na sua empresa? Fique tranquilo! Nesse artigo separamos 5 dicas que vão te ajudar muito na gestão de conflitos em sua empresa! 

Gestão de conflitos: o que é?

De maneira objetiva, a gestão de conflitos se fundamenta na adoção de estratégias e práticas que tem como norte a prevenção e resolução de conflitos no ambiente organizacional

É sabido que os conflitos, até certo ponto, são rotineiros no cotidiano das empresas. Porém, é muito importante que o ambiente de trabalho seja sustentável e harmonioso entre os funcionários.

Assim, é muito importante que fique claro que a responsabilidade por acompanhar o clima da empresa, do relacionamento entre os colaboradores, executar estratégias e práticas de gestão de conflitos é do empreendedor.

Benefícios da gestão de conflitos

Como a gestão de conflitos diz respeito decisivamente a manutenção de um ambiente organizacional positivo e saudável, sua implementação enquanto coletânea de estratégia e práticas é extremamente benéfica para as empresas.

Para te ajudar a entender um pouco mais sobre os benefícios da gestão de conflitos para sua empresa, separamos alguns elementos que são fundamentais.

Evita a perda de talentos

A capacidade de resolução de conflitos no ambiente de trabalho impacta diretamente na boa retenção de funcionários

Empreendedores e líderes que não praticam uma boa gestão de conflitos tendem a perder os talentos para as empresas concorrentes, uma vez que elas apresentem e prometam um ambiente mais saudável e estável.

Ganho motivacional

A motivação dos funcionários está diretamente relacionada com a satisfação e prazer no ambiente empresarial, ou seja, quanto mais agradável for o clima da empresa, mais motivados estarão os funcionários. E, quanto mais motivados, maior será a performance da equipe.

Ganho no trabalho em equipe

O trabalho em equipe é potencializado quando os empreendedores e decisores executam práticas e estratégias de gestão de conflitos, uma vez que fortalecem a comunicação e o bom relacionamento.

Quando a equipe tem sintonia e um bom relacionamento, a tendência é que entreguem resultados muito satisfatórios, uma vez em que o tempo que perderiam com problemas pequenos do dia-a-dia são rapidamente solucionados.

Assim, as equipes conseguem concentrar os seus esforços nos projetos e planejamentos da empresa, focando nos objetivos e em aumentar a produtividade.

Fortalece a cultura da organização

A gestão de conflitos auxilia decisivamente na afirmação da cultura organizacional, que tem como objetivo alinhar uma determinada sintonia de ideias. Quando a empresa estiver com a cultura organizacional consolidada, os conflitos tendem a diminuir e a empresa ganha em produtividade.

As causas primárias dos conflitos

Os conflitos interpessoais podem ter uma série de causas primárias, entre elas destacamos:

  • excesso de competição;
  • diferenças de personalidade;
  • falta de liderança;
  • planejamento mal executado;
  • expectativa e realidade má alinhadas;
  • mudanças intensa na empresa que geram insegurança.

Antes de resolver um conflito, é preciso diagnosticá-lo. E, algumas vezes, chegar à raiz do problema não é uma tarefa tão simples. 

Por mais simples e rasos que sejam os conflitos do cotidiano, eles podem dificultar decisivamente os resultados da empresa. Esses conflitos crescem em escalada: geram ressentimentos, insatisfação, desordem e etc. Todos saem perdendo: o funcionário perde foco, motivação e produtividade; a empresa perde produtividade e performance.

Gestão de conflitos: 5 dicas para aplicar na sua empresa

A seguir você lerá 5 dicas para aplicar na sua empresa sobre gestão de conflitos.

Inteire-se do problema

Quando o conflito está posto, você como líder não pode fugir dele. Fingir que esse conflito não é um problema, ou simplesmente evitá-lo não vai ajudar em nada na sua resolução. Na maioria das vezes, esse tipo de postura passiva pode até agravar a tensão.

Por isso, inteirar-se do problema e enfrentar os conflitos com a seriedade e velocidade que eles demandam é a decisão mais acertada. Desse modo, além de garantir que os problemas serão resolvidos, você consegue evitar que eles cresçam sem resolução e desenvolvam outros problemas posteriores.

Enxergue o conflito oportunidade de mudança

Você pode começar a encarar os conflitos na sua empresa como oportunidades de ouro para aprendizagem. Quando há dissonância de ideias, há margem para desenvolvimento.

Quando os conflitos não são encarados como potenciais para o desenvolvimento de seu time, sua empresa perde a chance de ouvir as opiniões contrárias que poderiam estimular a inovação e atualização em sua empresa.

Momentos e espaços para o diálogo

A dica acima funcionará de forma muito mais efetiva se estiver acompanhada desta! Para que as divergências oriundas dos conflitos sejam transformadas em desenvolvimento da empresa, é preciso que o empreendedor crie momentos e espaços para o diálogo.

O diálogo é uma das formas mais efetivas tanto para evitar como para solucionar os conflitos em uma empresa. A criação de momentos e espaços que estimulem o diálogo franco, a troca de perspectivas e feedbacks é muito valioso para o desenvolvimento da equipe em geral e da organização.

Os funcionários precisam estar à vontade para expressar suas opiniões, o que incomoda e afeta diretamente sua produtividade. Quando os funcionários não tem essa liberdade, é estabelecido no ambiente de trabalho uma atmosfera tóxica, o que pode impactar decisivamente na queda da qualidade do serviço.

feedbacks periódicos

Os feedbacks devem ser uma prática constante em qualquer empresa, tanto de forma individual como coletiva (por equipes e/ou setores). Os feedbacks são essenciais para diagnosticar e solucionar possíveis conflitos com precisão.

Outro fator muito importante da cultura dos feedbacks é gerar indicadores que possam premiar os funcionários que tem performance acima do esperado e motivar os funcionários que estão com sua produtividade defasada.

Não culpe uma pessoa: procure a raiz do problema

Todas as pessoas estão sujeitas a cometerem erros, inclusive os decisores. Por esse motivo, é mais produtivo identificar a raiz do erro que está gerando o conflito na empresa do que pessoalizar a questão em um funcionário. Agindo assim, é mais fácil evitar que esse conflito seja recorrente. 

De maneira objetiva, concentrar-se no processo que desencadeou o erro é mais eficiente do que culpar alguém. Além de minimizar a chance desse conflito acontecer novamente, a sua equipe ganha confiança.

Pedro Mendonça, aqui no Blog.

O que você achou deste conteúdo?
Conte nos comentários sua opinião sobre: Gestão de conflitos: 5 dicas para aplicar na sua empresa.


0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Soluções para gestão e automação comercial para organizar as rotinas de faturamento