Giro de estoque: o que é e como calcular

Atualizado em 17/03/2022
Por Júlia Pimentel

Utilizado para saber como anda a rotatividade dos itens armazenados, o giro de estoque corresponde a uma técnica associada à performance de um estoque. Logo, ela é utilizada como ferramenta para a gestão do mesmo.

Nesse sentido, compreender qual é o giro de estoque de sua indústria é importante por conta da associação dele ao faturamento. Com isso, saber como anda a cadência do estoque colabora com sua estratégia de vendas.

Então, neste blog, você aprenderá sobre o significado do giro de estoque e como realizar seu cálculo. E, a partir da interpretação do resultado, você conseguirá entender os efeitos do giro nas vendas de sua empresa.

O que é giro de estoque?

O conceito de giro de estoque baseia-se na rotatividade que esse ativo possui. Portanto, ele corresponde ao tempo de vender uma mercadoria e repô-la ao estoque.

Pensando nisso, ele é uma medida de avaliação do volume de vendas por um período de tempo em relação ao estoque médio. Isso significa que, a partir dele, você consegue ter uma noção melhor do quão eficiente é o seu processo de venda.

Apesar de existirem questões que influenciam no processo de compra e venda de um negócio, o giro de estoque ainda é uma ferramenta viável para que você defina melhor em quais momentos devem ser feitos os pedidos aos fornecedores, por exemplo.

Nesse sentido, também é interessante pensar nas características individuais das mercadorias de sua indústria. Elas possuem sazonalidade? Perecibilidade? Algumas questões como essas podem ser afetadas de acordo com o giro do estoque de sua indústria.

Dessa forma, seu cálculo é importante para que os processos internos da empresa sejam melhor estruturados.

Como calcular o giro de estoque

Ele pode ser calculado de duas formas: pela quantidade de mercadorias vendidas e pelo valor de compra. Cabe a você decidir a melhor forma de analisar o giro de estoque. Conheça as fórmulas abaixo:

1. Quantidade de mercadorias

Pela quantidade de mercadorias, você consegue calcular o giro de estoque com o valor das vendas totais do ano e o estoque médio da sua indústria. Confira a fórmula:

Giro de estoque = Quantidade de vendas totais / Estoque médio

Utilizando um exemplo para ilustrar melhor esse cálculo, imagine que sua indústria vende 10.000 mercadorias por ano e seu estoque médio seja de 800 unidades. Então, o cálculo fica da seguinte forma:

Giro de estoque = 10.000 / 800 = 12,5

Isso significa que, durante o período de um ano, o estoque é renovado 12,5 vezes.

2. Valor de compra

Já pelo valor de compra das mercadorias, o cálculo do giro de estoque segue o mesmo raciocínio. Porém, dessa vez, os fatores da fórmula se apresentarão em valores monetários. Veja a fórmula e o exemplo abaixo:

Giro de estoque = Valor anual das vendas / Valor do estoque médio

Giro de estoque = R$ 50.000,00 / R$ 10.000,00 = 5

Portanto, ao longo do ano, acontecerão 5 giros de estoque, nesse caso.

3. Tempo médio do giro de estoque

Além dos cálculos acima, você também consegue descobrir o tempo médio do giro de estoque através de uma conta simples. Pensando que o ano possui 365 dias, você pode dividir esse valor pelo número de giros para encontrar o tempo médio.

1º caso: 365 / 12,5 = 29,2 dias

2º caso: 365 / 5 = 73 dias

Vale ressaltar que a medida de tempo de todos os fatores de uma determinada fórmula devem ser iguais. Ou seja, se você quiser utilizar a fórmula do giro de estoque voltado para um mês de sua indústria, basta utilizar os valores mensais para o cálculo.

Como aprimorar a gestão de estoque 

Para que seu giro de estoque seja bem trabalhado, o ideal é estruturar uma gestão de estoque coerente com as necessidades de sua empresa que seja aprimorada a cada dia.

Nesse contexto, existem algumas formas de melhorar o planejamento e o controle da produção para que a gestão de estoque de sua indústria seja afetada positivamente.

Uma delas é compreender como o estoque funciona em relação a sua empresa. Ou seja, dependendo da estrutura da sua indústria, às vezes, o armazenamento de insumos e mercadorias não é feito de forma apropriada. Por isso, é importante analisar o papel do estoque.

Então, pense em estratégias para que esse estoque fique sempre acessível e possua grande rotatividade. Nesse contexto, fatores como o espaço físico exercem influência na estratégia de estoque, mas sempre há uma forma de adaptar inovações à realidade vivida.

Uma das medidas que mais colabora para o aprimoramento dessa gestão, além do cálculo do giro de estoque, é a análise dos dados históricos da empresa. Com eles, você consegue detectar padrões, mapear erros e verificar oportunidades.

Se sua indústria conta com um fluxo de vendas sazonal, a análise dos dados históricos é ainda mais interessante de ser feita, pois você consegue comparar períodos que possuem características muito distintas para, então, descobrir como deve ser feita a gestão de estoque em cada um deles.

Além disso, calcular o giro de estoque baseando-se em períodos de tempo menores, de acordo com a sazonalidade, também pode colaborar com a gestão de sua indústria. Assim, é possível comparar as épocas de seu negócio e pontuar suas divergências e convergências.

Outro ponto muito importante para o aprimoramento da gestão de estoque é a automatização. Ela traz muitos benefícios para as empresas, incluindo o aumento da produtividade e a potencialização de resultados.

A gestão de estoque automatizada

Você já deve ter percebido que automatizar a gestão de estoque facilita o dia a dia em sua empresa de acordo com os cenários que delineamos ao longo deste blog. Pensando nisso, você precisa conhecer o software de Gestão Industrial Know How!

Além do módulo de gestão industrial, o software otimiza a gestão de seu estoque com funcionalidades que modificarão os processos de sua empresa por controlar e sistematizar as demandas complementares.

Assim, você consegue separar um tempo de sua rotina para calcular e analisar o giro de estoque de sua indústria e aplicar medidas que condizem com o resultado encontrado, de forma a aprimorar a gestão geral. 
Gostaria de saber quais outros benefícios nossa solução traz para sua indústria? Basta clicar aqui para conhecer melhor o Know How!