Metas SMART: o que é e como definir

Atualizado em 14/01/2022
Por Júlia Pimentel

7 minutos de leitura

Seja na vida pessoal ou profissional, definir metas tende a ser uma tarefa crucial para que objetivos sejam alcançados. Portanto, saber o que é uma meta e como defini-la devem ser assuntos de conhecimento primário em seu cotidiano. 

Dentro desse contexto, definir metas implica diversos desdobramentos para as operações internas de sua empresa, influenciando questões como eficiência, produtividade e, por conseguinte, vendas. E, por mais que pareça algo fácil de ser executado, a definição de metas necessita de atenção.

Para isso, o método de metas SMART utiliza alguns critérios que tendem a conferir um melhor desempenho para quem o implementa. Logo, a criação e definição de metas por meio das metas SMART orienta ações a serem tomadas para alcançar seu objetivo.

Para saber como definir metas SMART em seu negócio com exemplos, entender o que fazer após defini-las e descobrir como automatizar o monitoramento das metas, basta continuar lendo esse blog!

O que são as metas SMART?

Como já mencionado, a metodologia das metas SMART auxilia na criação de metas a partir da definição de 5 critérios principais. Dessa forma, na nomenclatura do método (SMART), é possível extrair cada um dos critérios. Confira abaixo:

  1. S: Specific ou específica

Quando é iniciado o processo de definição de metas, a especificidade das mesmas deve ser levada em consideração. Metas como “aumentar vendas”, “aumentar a eficiência” ou “reduzir desperdícios” são extremamente abrangentes.

Então, para que uma meta seja considerada específica, ela precisa ser clara, de modo a facilitar o entendimento daqueles encarregados de alcançá-la. Algumas perguntas podem facilitar o cumprimento do critério de especificidade, como as que estão abaixo:

  • o que procuro alcançar com essa meta?
  • por que essa meta deve ser definida?
  • quem será o encarregado por ela?
  • como ela será alcançada?
  • onde as ações para alcançar essa meta serão realizadas?

Portanto, ao definir uma meta e entender o que ela significa para você, deixá-la específica facilita o direcionamento das atividades a serem desenvolvidas para que essa meta seja batida, colaborando com a produtividade dos membros encarregados.

  1. M: Measurable ou mensurável

Assim como a questão de especificidade, mensurar as metas definidas é necessário para que o processo até o alcance da meta consiga ser acompanhado

Portanto, ao analisar qual é o resultado esperado, como ele pode ser mensurado e em quanto tempo ele pode ser alcançado, você estipula uma forma de medir seu progresso em relação a essa meta.

Com esse critério de metas SMART, é mais fácil de ser percebido quais as oportunidades que seu negócio possui, visto que a transformação de um objetivo em algo mensurável torna a meta muito mais concreta, palpável

  1. A: Attainable ou atingível

Internalize que suas metas devem ser definidas com características desafiadoras, mas também realistas.

Sonhar alto pode motivar e estimular o alcance de metas, porém, caso essas metas não sejam batidas, os encarregados podem se sentir frustrados pela irrealidade da meta definida.

Baseando-se em dados históricos, você consegue estipular se a meta a ser definida faz sentido para sua realidade, assim como os colaboradores da sua empresa também conseguem fazer essa avaliação. Por isso, é necessária a opinião dos mesmos.

Ao passo que as metas forem alcançadas, você pode ir escalando-as para que continuem fazendo sentido para seu negócio, desafiando seus membros. Ou seja, caso sua meta de reduzir desperdícios de matérias-primas em 12% em sua fábrica de confecção tenha sido alcançada, você pode elevá-la para 15%.

  1. R: Relevant ou relevante

Uma meta relevante, por meio da metodologia das metas SMART, é importante tanto para você quanto para os demais colaboradores, fato que motiva todos a alcançarem essa meta.

Assim, saber como você e sua empresa serão impactados pela meta é imprescindível, já que, se ela não oferecer nenhuma mudança ou melhorar o panorama atual, definir a meta não fará sentido para a equipe.

Por isso, conhecer os dados históricos do seu negócio e entender como essa meta SMART afetará os indicadores da empresa é essencial para definir metas que condizem com as necessidades e oportunidades encontradas.

  1. T: Time based ou temporal

Por fim, para definir uma meta SMART, é crucial ter um prazo para que ela seja alcançada.

Após o conhecimento dos critérios anteriores das metas SMART, a definição de um tempo para o desenvolvimento de ações e análise do progresso deve ser feita para que os membros consigam definir as prioridades em seus trabalhos.

Em suma, o prazo para o alcance da meta colabora com o trabalho interno, pois garante que o foco necessário seja direcionado para a meta SMART, ajudando a melhorar a produtividade e a eficiência dos processos internos.

Exemplos de metas SMART

Depois de toda a explicação sobre o que são metas SMART e como defini-las, é necessário exemplificar essa metodologia. Por esse motivo, veja alguns exemplos de metas SMART abaixo:

Os operários de uma fábrica de confecção reduzirão desperdícios de matérias-primas em 12%, em um período de 3 meses, para que a produção da empresa seja aprimorada, possibilitando um número maior de confecção de produtos e, consequentemente, atendendo melhor aos clientes, fator que impulsiona as vendas.

S: os operários da fábrica reduzirão os desperdícios de matérias-primas;

M: redução de 12%;

A: esse critério é baseado em dados históricos, logo, você deve analisar o cenário da sua empresa para entender o que seria uma meta atingível; 

R: por melhor atender os clientes, essa meta afetará diretamente o faturamento e as vendas da empresa;

T: em um período de 4 meses;

A equipe Comercial deve aumentar as vendas em 20% em um período de 5 meses. Para isso, serão desenvolvidas estratégias focadas nos segmentos de mercado que a empresa atende, com maior contato com decisores.

S: equipe Comercial encarregada de aumentar as vendas;

M: aumentar em 20%;

A: essa meta é condizente com a realidade de uma empresa;

R: as estratégias utilizadas pela equipe Comercial vão influenciar diretamente na receita da empresa, além de aumentar o número de contatos nos dados arquivados;

T: em um período de 5 meses.

O que fazer após definir metas SMART?

Até então, o processo de definir as metas foi explicado, porém as atividades e percepções a serem desenvolvidas após essa tarefa podem ser deixadas de lado, dificultando o entendimento em torno das metas SMART.

Por esse motivo, algumas medidas devem ser aplicadas para que definir metas SMART agreguem valor ao seu negócio.

  1. Promover o engajamento dos membros

Essa medida já foi citada ao longo do texto, entretanto vale ressaltar que a participação da equipe na definição das metas faz com que ela desenvolva um sentimento de pertencimento e motivação

Logo, ter um time engajado resulta em melhores entregas e resultados, pois ele sente o quanto alcançar uma meta também é benéfico para ele. 

Dito isso, a produtividade e a eficiência do time estão relacionadas ao engajamento. E, sendo que esses são fatores que influenciam diretamente o progresso no alcance das metas SMART, o engajamento deve ser promovido no ambiente interno de seu negócio.

  1. Monitorar o progresso das metas

Além de promover o engajamento, monitorar o andamento das metas SMART é essencial para que os dados históricos da sua empresa mantenham-se atualizados e você saiba como está o progresso de suas metas.

Para isso, entenda qual periodicidade é ideal para seu negócio analisar as ações desenvolvidas para o alcance das metas, gerar relatórios e promover novas saídas, caso seja necessário.

Esse acompanhamento necessita de competências de análise de dados e resultados. Por isso, é interessante oferecer experiências de aprendizado para sua equipe, se ela não possuir, para que o monitoramento das metas SMART seja de excelência.

  1. Celebrar ou aprimorar os resultados em conjunto

Caso você e sua equipe tenham alcançado suas metas SMART, vocês podem celebrar o resultado, seja com parabenizações ou confraternizações, além de compreender quais medidas funcionaram para que o objetivo tenha sido alcançado.

Porém, se os objetivos de suas metas SMART não foram alcançados, uma revisão do trabalho realizado para encontrar os pontos de melhoria é necessária. Deve ser enfatizado que mesmo não sendo um resultado positivo, houve um dispêndio de tempo e esforço que precisa ser levado em consideração nessa análise.

Portanto, não importa qual seja o cenário após o final do prazo da metas SMART, entender quais ações funcionaram ou não e dar um retorno para os membros da empresa é fundamental.

Em suma, definir as metas SMART é uma tarefa que requer tempo e conhecimento interno. Contudo, uma vez que essa metodologia é inserida nos processos do seu negócio, definir metas passa a ser uma alavanca para aproveitar novas oportunidades e desenvolver sua empresa.

Como você pode automatizar o monitoramento de metas

É de conhecimento geral que o cotidiano de um negócio costuma ser extremamente corrido. Por isso, saber gerir o tempo das atividades da organização é importante para o bom funcionamento da mesma.

Desse modo, monitorar as metas SMART definidas pode ser um trabalho automatizado, você acredita?

Saber o que é a metodologia das metas SMART e como ela funciona é crucial para seu crescimento pessoal e profissional, além de melhorar a gestão interna do seu negócio. Todavia, a capacidade de automatizar o acompanhamento do progresso dessas metas facilita o trabalho da equipe.

Dentro desse contexto, nosso software de Gestão Comercial e Industrial Know How possui funcionalidades que permitem o acompanhamento de metas de venda, incluindo a emissão de relatórios de desempenho.

Além disso, você pode associar as metas de venda aos seus vendedores, ajudando a analisar o trabalho da equipe! Gostaria de saber mais sobre como nossa solução pode te ajudar na gestão de seu negócio? Basta clicar aqui para saber mais!