Por que vender no marketplace?

Atualizado em 28/04/2022
Por Júlia Pimentel

Vender no marketplace, além de impulsionar seus resultados, também confere uma maior presença no meio digital para sua empresa, e, através de planejamentos estratégicos, o posicionamento de sua marca tende a ser consolidado no mercado.

O marketplace popularizou-se nos últimos anos por conta da adesão de grande parte do setor de vendas das empresas nacionais ao meio digital. Logo, esse termo se tornou bem rotineiro em alguns negócios, principalmente quando estratégias de venda são discutidas.

Entretanto, vender no marketplace faz sentido somente se a empresa compreender como ele funciona e quais seus pontos fortes e fracos em relação ao mercado.

Por existirem diversas opções de marketplace, atualmente, analisar qual delas é mais atrativa para seu negócio é importante. Para isso, compreenda por que vender no marketplace e saiba quais estratégias são interessantes para trabalhar nessa plataforma.

O que é marketplace?

Marketplace é um espaço virtual onde são feitas concessões para outros vendedores comercializarem seus produtos. 

Ou seja, é um ambiente liderado por determinada empresa que permite que pequenos e médios vendedores possam anunciar nele. A Amazon, Americanas e Submarino são exemplos de organizações que possuem marketplace.

Ao citar esses grandes nomes, você consegue ter uma maior noção de como funcionam as vendas no marketplace. A partir disso, então, essa modalidade pode ser inserida em seu negócio, caso faça sentido para sua empresa.

Para isso, aprofundar seus conhecimentos sobre as vendas no marketplace e traçar planos de ação com seu time deve se tornar uma das prioridades de seu negócio.

Por que vender no marketplace

O comércio digital está em constante crescimento atualmente. Sejam consumidores que querem revender seus pertences ou empresas que querem ampliar seu público, o marketplace é extremamente vantajoso para os diferentes ofertantes.

Nesse sentido, saber a diferença entre marketplace e e-commerce é importante, pois ambos são modos de vender no ambiente online. Entretanto, existem alguns pontos em que esses termos diferem, mudando o propósito dos anúncios e as estratégias de sua empresa.

Antes de tomar a decisão de vender no marketplace, analise a questão de concorrência e investimento. Por ser um espaço disponibilizado por outra organização, o investimento em anúncios é baixo. Porém, nesse caso, a concorrência é grande.

Se você for utilizar um espaço próprio para comercializar seus produtos no meio digital, sua empresa investiria um valor maior para desenvolver esse e-commerce, mas teria um público mais interessado em sua proposta e em seus produtos.

Desse modo, vender no marketplace pode ser o passo inicial para sua empresa testar a presença online ou o objetivo final de um plano de ação voltado para a consolidação do posicionamento de marca no meio digital.

Como vender no marketplace

Para vender no marketplace, é importante saber o que precisa ser organizado e planejado previamente. Pensando nisso, existem três tópicos que sua empresa precisa discutir com o time para que as vendas no ambiente online comecem a acontecer.

1. Tenha sua documentação em mãos

Para vender no marketplace, sua empresa deve possuir alguns documentos que legitimem sua existência. Normalmente, são exigidos um CNPJ ativo, certificado digital e contrato social atualizado.

Cada marketplace tem seus requisitos, porém eles se assemelham em alguns pontos, como a necessidade do CNPJ. 

Além disso, você deve pensar que será necessário emitir notas fiscais em relação à venda dos produtos. Portanto, os documentos e informações oferecidas por sua empresa serão utilizados para que o processo de vendas no marketplace seja estruturado e validado

O nosso software de gestão, por exemplo, oferece integração entre marketplace e emissão de notas fiscais de maneira automatizada!

2. Selecione o marketplace ideal para sua empresa

Mesmo que os marketplaces sejam amplos quanto aos segmentos de mercado atendidos, alguns deles são mais conhecidos pela notoriedade em determinados segmentos.

Ou seja, a Amazon, por exemplo, comercializa produtos dos mais diversos setores. Entretanto, quando se trata de tecnologia e livros, ela possui um destaque em relação aos concorrentes.

Então, para vender no marketplace, entenda qual ambiente é o ideal para seu negócio de acordo com as funcionalidades oferecidas por cada espaço de vendas, sabendo se o seu produto faz sentido dentro do marketplace escolhido.

3. Saiba quais os produtos são bons para anunciar

Vender no marketplace depende significativamente do produto comercializado e de como ele foi anunciado

Da mesma forma que uma vitrine de loja atrai o público pelo posicionamento dos produtos, iluminação e outros fatores, um anúncio em marketplace também precisa captar a atenção do consumidor.

Logo, procure pesquisar os produtos que recorrentemente são procurados pelo público do seu nicho de mercado para que você consiga desenvolver anúncios que se destaquem no marketplace escolhido.

Nesse sentido, invista em imagens de boa qualidade, descrição detalhada dos produtos e sempre responda as dúvidas que surgirem do público.

5 dicas para impulsionar as vendas no marketplace 

Além de compreender como as vendas no marketplace devem ser estruturadas, também é imprescindível saber quais estratégias podem colaborar com a inserção da sua empresa no mercado digital.

Assim, desde o perfil organizacional de seu negócio até os detalhes de seu anúncio, existem formas de trabalhar uma linguagem mais atrativa para o público e coerente com os objetivos de sua empresa.

1. Invista na imagem e identidade de sua empresa

A partir da identidade organizacional de sua empresa, o branding e posicionamento de marca podem ser desenvolvidos de forma mais coerente com o propósito da organização.

Dentro desse contexto, quando sua empresa for vender em marketplaces, ela consegue estabelecer uma imagem consolidada para o público

Assim, seu negócio tende a se tornar uma referência nas vendas online, dentro do seu segmento de mercado, pelo posicionamento forte e pela segurança e rapidez na entrega, entre outros fatores que influenciam a fidelidade de clientes.

2. Tenha um planejamento 

Você já decidiu qual marketplace é ideal para sua empresa, selecionou os produtos que vai ofertar e criou um perfil consistente. Entretanto, quais são os planos a partir de agora?

Com esses itens decididos, você também deve saber definir preços justos e uma logística agradável para sua empresa e para o cliente, além de sempre manter os estoques adequados para atender às demandas.

Por isso, mesmo que as vendas no marketplace sejam utilizadas para teste, como uma forma de avaliar se essa modalidade faz sentido para sua organização, essa tentativa precisa de um planejamento a fim de que seja avaliada com base em um histórico real.

3. Utilize outros redes sociais como apoio

Uma das estratégias para vender no marketplace com eficiência é utilizar as redes sociais como uma forma de fortalecer ainda mais a imagem de sua empresa. Isso ocorre pois a presença da organização é firmada para além do espaço de vendas.

Dentro desse contexto, o cenário ideal para sua empresa é encontrar a rede social que mais conversa com o perfil da organização

Porém, a fim de conectar o marketplace às mídias digitais, algumas delas podem colaborar mais com as vendas, como é o caso do Instagram.

Nesse sentido, o conceito das mídias digitais é aumentar a visibilidade de seu negócio para que o público tenha conhecimento que sua empresa está vendendo em marketplace.

4. Saiba vender e promover seus anúncios

Além das dicas anteriores, saber como montar seus anúncios para vender no marketplace é um diferencial que sua empresa precisa ter. Dito isso, é possível construir um anúncio que dê destaque para seu produto.

Já foram mencionados neste texto que imagens de boa qualidade e descrições detalhadas colaboram com o anúncio do produto. Contudo, saber qual a palavra-chave de pesquisa do produto também influencia nas vendas.

Por isso, ao vender no marketplace, pensar como o cliente faz a diferença. Entender como ele pesquisa e qual sua intenção nesse ato é fundamental para que seus anúncios sejam direcionados corretamente para o público.

5. Entenda como seria a logística de vendas

Gerir um estoque a fim de sempre atender às demandas não é a única forma de garantir que seus clientes sejam atendidos de forma rápida e adequada.

Dependendo da demanda, sua equipe deve preparar as encomendas e enviá-las à transportadora. A definição de colaboradores para essas tarefas também tem impacto nas vendas no marketplace.

Portanto, saber como será a estratégia para levar o produto da sua empresa até os clientes influencia na tomada de decisão quanto às vendas no marketplace. 

Uma das formas de controlar essa logística é através de um sistema que controle e gerencie os processos de sua empresa para que essa atividade seja automatizada.

Integre o marketplace ao software de gestão

Para que o marketplace seja explorado ao máximo pelo seu negócio, ter um software de gestão é necessário pela otimização das atividades garantida por ele. 

Nesse sentido, ter um software integrado ao marketplace é de extrema importância para o trabalho administrativo. Com essa integração, seu time é capaz de controlar e monitorar suas vendas online e relacioná-las às demais receitas, além de emitir notas fiscais automaticamente e controlar o estoque de maneira automatizada a partir dos pedidos feitos via marketplace.

Desse modo, o software de Gestão Comercial e Industrial Know How pode facilitar o cotidiano em sua empresa! Além de possuir integração com o marketplace, ele também possui funcionalidades que vão diminuir as demandas manuais de seu negócio.

Com o Know How é possível gerenciar o financeiro, o estoque, a produção e o faturamento de sua empresa em um só lugar.

Gostaria de saber mais sobre o Know How e sua integração com marketplace? Clique aqui para conhecer nosso software de gestão!